Você sabia que também existe um banco de sangue de pets?

Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre doação de sangue humana, mas, já ouviu falar sobre isso em pets? Você sabia que também são feitas transfusões de sangue entre pets?

Algums pessoas ficam com medo ou com dó do pet, quando se fala em doação de sangue, porém, tal preocupação não é necessária, uma vez que seu pet não sofrerá nenhum efeito colateral pela doação, e não sentirá nenhuma dor ou desconforto. Todo processo da doação é feito de forma cuidadosa e obedece critérios extremamente rígidos.

Como é feita? 
Bom, o primeiro passo é verificar se o pet se enquadra nos padrões estabelecidos para que um cão seja doador:

  1. Deve ter de 1 a 8 anos
  2. Possuir um peso MÍNIMO de 25kg
  3. Deve ter um temperamento dócil e calmo
  4. Deve obter as vacinas e vermifugações em dia
  5. Deve ser atestado o controle de pulgas e carrapatos
  6. Não deve apresentar doença, ou transfusão de sangue prévia

Mas, eu tenho um gato, ele também pode doar? Sim! Porém os critérios para felinos são um pouco diferentes:

  1. Deve ter de 1 a 7 anos
  2. Possuir um peso MÍNIMO de 4kg
  3. Deve ter um temperamento dócil
  4. Deve obter as vacinas e vermifugações em dia
  5. Deve ser atestado o controle de pulgas e carrapatos
  6. Não deve apresentar doença, ou transfusão de sangue prévia

 

Se o seu pet se enquadra em todos estes critérios, ele pode ser um doador de sangue! Mas, como é feito o processo de colheita do sangue?

Primeiro, o local de coleta é a veia jugular, localizada no pescoço dos pets, ela é escolhida por ter um maior calibre e fluxo sanguíneo, após a localização adequada é feito o processo de tricotomia no animal, ou seja, é feita a retirada dos pelos do local (não se preocupe, normalmente eles precisam de um espaço pequeno para isto), após feita, é realizada a limpeza do local (a antissepsia, normalmente é feita com alcool e gaze limpa). Logo o Veterinário faz o acesso a veia do animal (neste momento, ele colocará a agulha para a retirada do sangue), porém não se preocupe, cada doação é retirada pouca quantidade, em um processo que não é doloroso e que levará no máximo 30 minutos.

Viu só? O processo de retirada é extremamente tranquilo e não é doloroso, por isto, leve seu pet ao seu Veterinário de confiança e veja a possibilidade dele ser um doador. doador de sangue

Seu pet pode ajudar a salvar a vida de outro! 

Fonte: Amigo não se compra e Hemovet