Piometra é uma infecção bacteriana que acomete o endométrio (reveste as paredes mais internas do útero).

A piometra é uma infecção bacteriana secundária que ocorre no útero, em específico no endométrio devido principalmente a alterações hormonais bruscas. O que acontece é o seguinte: Durante o cio, glóbulos brancos do sangue (células de defesa), que normalmente protegem contra infecções, são inibidos de entrar no útero, isto ocorre para que o esperma entre no aparelho reprodutor da fêmea sem sofrer danos. Depois do término do cio, um hormônio chamado progesterona é liberado e permanece por até 2 meses em níveis elevados por conta do espessamento da parede uterina, ou seja, preparando o útero para um possível gravidez e desenvolvimento dos filhotes.

Mas, onde entra a piometra? Se isto acontecer por vários cios seguidos e a fêmea não emprenhar, o espessamento do útero continua a aumentar, e isto pode até mesmo causar cistos. Sendo assim, o endométrio secreta fluidos que criam um ambiente favorável para bactérias se proliferarem, e como não existe esta proteção celular (glóbulos brancos) e nem a proteção física (contração do útero para que bactérias não se alojem), acontece a infecção bacteriana conhecida por piometra.

piometra

Do lado esquerdo, um útero normal. Do lado direito, um útero com piometra. (Em cachorras)

Outra grande preocupação por parte dos veterinários quando uma fêmea chega com piometra, é que esta bactéria pode se instalar nos rins por meio da corrente sanguínea, e isto pode levar ao falecimento dos rins e assim o pet corre até mesmo risco de vida!

Minha filhote pode ter piometra??
Raramente acontece este tipo de infecção em filhotes, pois, como explicamos anteriormente, isto ocorre com o passar do tempo e dos cios que a cachorra/gata não emprenhar.

Como prevenir a piometra?

  1. Não administre injeções de anticoncepcional na sua cãopanheira
  2. Se você não pretende emprenhar (engravidar) sua pet para ter filhotes, faça a castração!

 

Fonte: Tudo sobre cachorros